18 de outubro de 2021
Corrupção faz Bolsonaro se calar

Corrupção faz Bolsonaro se calar

Durante o tempo que se acha aboletado na cadeira presidencial, Bolsonaro tem repetido o mantra: “sou incorruptível e imbrochável”.Incorruptível é balela. Quanto a segunda afirmação, cabe a sua “senhôra” confirmar ou não  Certa vez o compositor e maestro Tom Jobim (1927 – 1994) disse que o Brasil “não é pra principiantes”. Tinha razão, o maestro.

E não custa acrescentar que o Brasil é uma verdadeira fábrica de notícias horrorosas. Principalmente no campo político/econômico. A semana está findando com bombas de alto poder destrutivo. Quer dizer, notícias que fazem até Bolsonaro calar-se. Os irmãos Miranda estão botando pra quebrar. Disseram que o ministério da Saúde é uma espécie de centro de corrupção do Governo que aí está. E deram nomes, que estão nos jornais, revistas etc. Uma das consequências da denúncia dos irmãos acaba de movimentar o STF que, na pessoa da juíza Rosa Weber, abriu inquérito para apurar a negociata que renderia muitos bilhões de dólares aos implicados. Leia-se: governo. Falo da Covaxin, que nem sequer foi aprovada pela Anvisa. 

Bolsonaro tem medo, treme a base. Isso é óbvio. Falastrão, está mais quieto do que morcego pendurado num teto. Esta semana mais um pedido de impeachment juntou-se a outros 121 que estão dormindo na gaveta do deputado centrista Arthur Lira. Esse novo pedido de impedimento elenca 23 simples e de irresponsabilidade cometidos pelo presidente falastrão. A iniciativa de Rosa Weber centrar-se-á no crime de prevaricação. 

Não custa lembrar que há casos simples assim que levam o criminoso bancarrota. O mafioso Al Capone (1899 -1947) foi pra traz das grades não pelos assassinatos e outros crimes cometidos, mas por ter sonegado imposto ao “leão” norte americano.
Isso em 1931. 

Um carrinho fubeca, de marca Elba, levou Collor de Melo a renunciar ao cargo de presidente. Isso em 1992. Uma simples pedaladinha apeou Dilma Rousseff da poderosa cadeira de presidenta. Isso em 2016. Curiosidade: o “instrumento” CPI foi criado em 1376, na Inglaterra. Nesse mesmo país, em 1571, foi aprovada a Lei de Impeachment.A sociedade, os brasileiros todos, estão de olho em Bolsonaro. Enquanto isso, a CPI da Covid vai se aprofundando nas veredas palacianas.

Escrito por
Assis Angelo